Tão original quanto a natureza da região pantaneira, é a sua música. A proximidade com o espírito caboclo e outras culturas como a andina, amazônica e chaquenha, pode ser observada pela tendência melódica das canções e a assimetria dos estilos musicais. Conheça os principais deles:

Viola-de-cocho
Originário da Pérsia, é um instrumento musical característico do Pantanal. Tem hoje cordas de náilon ou fibras do tucum no lugar das tripas de macaco, como eram feitas antigamente.

O siriri
Dança folclórica pantaneira, acontece entre julho e fim de agosto. Costuma utilizar instrumentos como violas-de-cocho, matraca, sanfona e percussões. Para alguns pesquisadores, essa denominação vem do crustáceo siriri. Para outros, refere-se à fase em que o cupim tem asas e voa em enxames atrás de luz.

Cururu
Bailada tradicionalmente apenas pelos homens, origina-se das dança dos índios bororós. Tem repentes e desafios, como a folia dos reis. É uma dança circular que percorre as ruas das cidades, com citações bíblicas de esperança e palavras de conforto espiritual, mas sem deixar de incluir risos e brincadeiras.